Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/123456789/724
Título: FORMAÇÃO, SOCIALIZAÇÃO E CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO DO ADOLESCENTE
Autor(es): BECKER, Fernando
BRITO, Luiz Carlos Cerquinho De
Palavras-chave: SOCIALIZAÇÃO;CONHECIMENTO;SUJEITO;ADOLESCÊNCIA;COTIDIANO
Data do documento: 2002
Editor: UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL
Resumo: ESTE ESTUDO INVESTIGA A FORMAÇÃO E A CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO DE ADOLESCENTES A PARTIR DE SEUS PROCESSOS DE SOCIALIZAÇÃO E DESENVOLVIMENTO INTELECTUAL E PSICOLÓGICO. BUSCA MOSTRAR QUE A FORMAÇÃO E O CONHECIMENTO DOS ADOLESCENTES SE EFETIVAM SEGUNDO CONDIÇÕES HISTÓRICAS, SOCIAIS E EPISTEMOLÓGICAS DETERMINADAS, AS QUAIS ENGENDRAM FORMAS RENOVADAS DE AÇÕES E INTERAÇÕES DOS SUJEITOS ENTRE SI, COM O CONHECIMENTO, COM A SOCIEDADE. TOMANDO A SOCIALIZAÇÃO E O DESENVOLVIMENTO COMO CATEGORIAS CHAVES, OS HORIZONTES TEÓRICOS DA EPISTEMOLOGIA GENÉTICA, DA PSICOLOGIA E DAS CIÊNCIAS SOCIAIS SÃO ARTICULADOS A PARTIR DOS CONCEITOS DE CONHECIMENTO, COTIDIANO, SUJEITO EPISTEMOLÓGICO E SOCIOLÓGICO, INTERAÇÕES E CONFLITOS COGNITIVOS-SÓCIO-AFETIVOS, RELAÇÃO INDIVÍDUO SOCIEDADE, RELAÇÕES ESCOLA, SUJEITO, CONHECIMENTO E SOCIEDADE. A EXPLICITAÇÃO E DESENVOLVIMENTO CONCEITUAL CONVERGEM PARA A PROBLEMATIZAÇÃO, ENQUADRE E REFLEXÃO DOS PROCESSOS SOCIAIS, HISTÓRICOS E COTIDIANOS DA FORMAÇÃO DE ADOLESCENTES DE MEIOS POPULARES, TENDO POR BASE INVESTIGAÇÃO EMPÍRICA COM ADOLESCENTES, PAIS E PROFESSORES DA PERIFERIA DE MANAUS/AM. ANALISA OS PROCESSOS DE SOCIALIZAÇÃO E CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO A PARTIR DA INSERÇÃO EFETIVA DA ADOLESCÊNCIA NA SOCIEDADE URBANA, NA FAMÍLIA, NAS RELAÇÕES CONTEXTUAIS E DE PARES ETÁRIOS, REFLETINDO SOBRE AS PERSPECTIVAS DOS SUJEITOS EM RELAÇÃO AO MUNDO DO TRABALHO, CONSUMO E MÍDIA. ENFATIZA QUE OS MODOS DE PENSAR E AS INTERAÇÕES COGNITIVAS, SOCIAIS E AFETIVAS DOS ADOLESCENTES SE MODIFICARAM PROFUNDAMENTE NO ÚLTIMO SÉCULO, APRESENTANDO NOVAS VISIBILIDADES E CONFLITOS OS QUAIS FAZEM SURGIR NOVAS FORMAS E SIGNIFICADOS DAS RELAÇÕES ENTRE OS DIVERSOS GRUPOS ETÁRIOS DA SOCIEDADE. A PESQUISA RESSALTA QUE OS CONFLITOS DOS ADOLESCENTES SE DEFINEM ATRAVÉS DA CONVERGÊNCIA ENTRE SEUS PROCESSOS INTELECTUAIS, AFETIVOS, MORAIS E SEUS PROCESSOS DE INSERÇÃO NA SOCIEDADE (CONTEXTUAL E ABRANGENTE). EVIDENCIA QUE TAIS CONFLITOS CONDICIONAM E DEFINEM AS FORMAS DE SOCIALIZAÇÃO E CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO, TORNANDO-SE AS CHAVES DA COMPREENSÃO DOS PROCESSOS DA EDUCAÇÃO, DA CRÍTICA E ANÁLISE DAS POSSIBILIDADES DO TRABALHO ESCOLAR PARA A FORMAÇÃO DOS ADOLESCENTES CONTEMPORÂNEOS. O ESTUDO BUSCA ENGENDRAR UMA CONCEPÇÃO SÓCIO-EPISTÊMICA CONSTRUTIVISTA DE APREENSÃO DO SUJEITO DA EDUCAÇÃO, VISANDO A REFLEXÃO, A ANÁLISE E A FUNDAMENTAÇÃO DO TRABALHO ESCOLAR CENTRADO NOS PROCESSOS EFETIVOS DA FORMAÇÃO DOS INDIVÍDUOS.
Descrição: BIBLIOTECA SETORIAL DE EDUCAÇÃO
URI: http://www.bdae.org.br/dspace/handle/123456789/724
Outros identificadores: Doutorado
EDUCAÇÃO
MISTO
Aparece nas coleções:Juventude e Escola

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.

Ferramentas do administrador