Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/123456789/2717
Título: Candidatos à Prefeitura de São Paulo afirmam ser contrários à lei da mordaça na educação.
Palavras-chave: Educação;Lei da mordaça
Data do documento: Set-2008
Editor: Ação Educativa. Programa Observatório da Educação.
Citação: FAÍSCA - A CONJUNTURA EDUCACIONAL EM PAUTA. São Paulo: Ação Educativa. Programa Observatório da Educação, nº 46, set. 2008
Resumo: Os profissionais da educação não têm voz na cobertura de educação na mídia. E uma das explicações para a ausência é a existência, em 18 estados brasileiros e muitos municípios, de leis que impedem professores e demais servidores de darem entrevistas. Na cidade de São Paulo não é diferente e os candidatos à Prefeitura Edmilson Costa (PCB) e Ivan Valente (PSOL), bem como os representantes da candidatura de Marta Suplicy (PT), Geraldo Alckmin (PSDB) e Gilberto Kassab (DEM), manifestaram-se a favor da revogação dos artigos da Lei Municipal nº 8.989, de 29/10/1979, que restringem a liberdade de expressão dos profissionais da educação.
URI: http://www.bdae.org.br/dspace/handle/123456789/2717
Aparece nas coleções:Faísca

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
faisca46.pdf23.54 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.